O professor Alexandre Pinto, sócio-diretor do Colégio Ciências Aplicadas, recebeu na manhã desta sexta-feira, 16, o título de Cidadão Norte-Rio-Grandense, concedido pela Assembleia Legislativa. A proposição foi feita pelo deputado estadual Albert Dickson (PROS).

A solenidade foi acompanhada pela família do professor, amigos e colaboradores do Colégio Ciências Aplicadas. Alexandre Pinto se mostrou honrado ao ser agraciado com o título que o tornou cidadão potiguar. “Encontrei nas salas de aula desse estado a motivação que me ocupa até hoje, que é o desafio de fazer uma educação diferente e de qualidade. Hoje, após 28 anos, sinto a alegria em ver alunos como profissionais em várias partes do mundo”, disse, durante o discurso.

O deputado estadual Albert Dickson, membro titular da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, destacou a relevância do professor Alexandre Pinto para a educação do Rio Grande do Norte. “O Colégio Ciências Aplicadas é um orgulho para o nosso estado. É a escola primeiro lugar do RN no ENEM há 10 anos e a 15ª do país. Esse sucesso vem da capacidade técnica do professor Alexandre, que faz a diferença na educação”, elogiou.

A vereadora Carla Dickson (PROS) esteve presente na solenidade representando a Câmara Municipal de Natal. Ela foi aluna do professor Alexandre Pinto em 2006, durante a preparação para o vestibular de Medicina. À época, foi aprovada no curso em sexto lugar. Atualmente médica oftalmologista, Carla Dickson falou da importância do educador nessa etapa da sua vida. “Eu me agarrei nas palavras ditas pelo professor na primeira aula do cursinho e levei isso comigo até o final. Tenho muito orgulho de ter sido sua aluna. Hoje, você é uma referência nacional e tenho certeza que o seu sonho é construir uma educação de qualidade”, afirmou.

SOBRE ALEXANDRE PINTO

Alexandre de Barros Pinto tem 54 anos e é natural de São Paulo. É engenheiro químico graduado pela FEI, com especialização e pós-graduação na área de termoplástico – USP, UFSCAR – e licenciado em química pela UFRN, além de sócio-fundador da Associação Brasileira de Polímeros em São Carlos/SP. Mantém, desde 1996, o Cursinho Isolado Química Aplicada, o mais antigo de Natal, e é sócio-diretor e professor do Colégio Ciências Aplicadas, escola que mantém o primeiro lugar no ranking do estado há 10 anos e é a 15ª melhor escola do Brasil, segundo dados do INEP/ENEM.